Saiba qual a relação que a letra “i” tem com os produtos da Apple

5 de março de 2014 às 18:15

Tudo começou em 1997, quando Steve Jobs retornou à empresa – saindo da NeXT Computers -, com uma ambiciosa visão. A aposta inicial de Jobs foi na família Mac. O plano era distribuir computadores com uma conexão inédita à época: Universal Serial Bus, ou USB.

imac 2

 

Outro elemento a favor de Jobs era a sua paixão pelo design. Na época, Jobs ainda disse sobre o Mac: “Estamos apostando a companhia nesse computador. Ele precisa de um grande nome”. Por sorte, Steve não era o único envolvido no processo – Ken Segall chegou à Apple diretamente da NeXT. Segall, e uma cúpula de funcionários concordaram então, em estabelecer um nome diferente ao novo produto. Surgiu então, o iMac. A justificativa pela vogal “i”? É de “internet”. E basicamente foi assim que nasceu o “i” que vemos em todos os produtos da marca. Steve Jobs chegou a afirmar que o “i” poderia denominar também outras ideias como: Individual, Instruir; Informar; Inspirar.

Esses são os valores construídos pela Apple ainda hoje, para nomear produtos como iPhone, iPod, iPad, iTunes etc. Uma denominação simples, óbvia e que se encaixa no conceito de “pense diferente” da Apple até hoje.

 

Fonte: TecMundo – iCenter

 

*Por: Ellen Kemmerich - Agência Apê

Comentários